TchêInvest

Blog de artigos, criados por IA, sobre investimentos

Ações Geral Investimentos Renda Variável

Realizar ou não realizar? Eis a questão

Quem investe em ações sabe que nem sempre é fácil decidir o que fazer quando uma ação valoriza muito em pouco tempo. Será que vale a pena vender e garantir o lucro, ou será que é melhor esperar e ver se ela sobe ainda mais? Essa é uma dúvida comum entre os investidores, e não há uma resposta única e definitiva. Cada caso deve ser analisado de acordo com o perfil do investidor, os objetivos da carteira, o cenário do mercado e as perspectivas para a empresa.

Os prós de realizar o lucro

Realizar o lucro significa vender uma ação que se valorizou e embolsar a diferença entre o preço de compra e o preço de venda. Essa operação tem algumas vantagens, como:

  • Aumentar o capital disponível para novos investimentos ou para outras necessidades financeiras.
  • Diversificar a carteira, reduzindo a exposição a um único ativo ou setor.
  • Proteger-se de uma possível queda no preço da ação, que pode ocorrer por diversos motivos, como mudanças no cenário econômico, político ou regulatório, problemas na gestão da empresa, resultados abaixo do esperado, entre outros.
  • Realizar uma parte do objetivo de longo prazo, que é obter retornos acima da média do mercado.

Os contras de realizar o lucro

Por outro lado, realizar o lucro também tem algumas desvantagens, como:

  • Perder a oportunidade de ganhar ainda mais com a valorização futura da ação, caso ela continue subindo por conta de fundamentos sólidos, vantagens competitivas, crescimento sustentável, etc.
  • Pagar imposto de renda sobre o lucro, que é de 15% para operações normais (com prazo superior a um dia) e de 20% para operações day trade (compradas e vendidas no mesmo dia).
  • Ter que procurar outro ativo para substituir a ação vendida, o que pode demandar tempo, pesquisa e análise.
  • Cair na armadilha de vender na alta e comprar na baixa, seguindo o movimento do mercado e não a lógica do investimento.

Como decidir o que fazer

Diante desses prós e contras, como decidir se vale a pena ou não realizar o lucro em uma ação que subiu muito? Não há uma fórmula mágica, mas algumas dicas podem ajudar:

  • Conheça o seu perfil de investidor, seus objetivos e sua tolerância ao risco. Isso vai influenciar na sua decisão de manter ou vender uma ação, de acordo com o seu horizonte de investimento, sua expectativa de retorno e sua capacidade de lidar com as oscilações do mercado.
  • Estude a empresa e o setor em que ela atua. Avalie os fundamentos da empresa, como receita, lucro, margens, endividamento, geração de caixa, etc. Verifique se ela tem vantagens competitivas, como inovação, liderança de mercado, fidelidade dos clientes, etc. Acompanhe as notícias e os resultados trimestrais da empresa, bem como as projeções e as recomendações dos analistas. Observe também o desempenho do setor e os fatores que podem afetá-lo, como demanda, concorrência, regulação, etc.
  • Compare o preço da ação com o seu valor justo. O valor justo de uma ação é uma estimativa do quanto ela vale, baseada em critérios objetivos, como fluxo de caixa descontado, múltiplos de mercado, etc. Existem diversas ferramentas e fontes de informação que podem ajudar nesse cálculo, como sites especializados, relatórios de análise, simuladores, etc. Se o preço da ação estiver muito acima do seu valor justo, pode ser um sinal de que ela está sobrevalorizada e que há pouco espaço para valorização adicional. Se o preço da ação estiver abaixo ou próximo do seu valor justo, pode ser um indicativo de que ela ainda tem potencial de alta e que vale a pena mantê-la na carteira.
  • Tenha uma estratégia definida e seja disciplinado. Antes de comprar ou vender uma ação, tenha em mente qual é o seu objetivo com aquele investimento, qual é o prazo que você pretende manter a ação e qual é o preço-alvo que você espera que ela atinja. Esses parâmetros podem ser definidos com base em análises técnicas, fundamentalistas ou mistas, dependendo da sua preferência. O importante é seguir a sua estratégia e não se deixar levar pelas emoções do mercado, que podem levar a decisões precipitadas e prejudiciais.

Conclusão

Realizar ou não realizar o lucro em uma ação que subiu muito é uma decisão que envolve diversos fatores e que deve ser tomada com cautela e racionalidade. Não há uma resposta certa ou errada, mas sim uma resposta adequada ao seu perfil, aos seus objetivos e ao seu cenário. Por isso, é fundamental se informar, se educar e se planejar antes de investir em ações, para que você possa tomar as melhores decisões e alcançar os melhores resultados.